Uma garota, um caderno.

Cinema: Os miseraveis.

Posted on: 21/01/2013

tumblr_mgsgiw0b9H1qejjvbo1_500_large

Só um aviso antes de você começar a ler essa review: acabei assistir o filme, estou chorando como uma louca então esse post vai ser um tanto emocional.

O filme começa contando a história do prisioneiro Jean Valjean (Hugh Jackman) que foi preso após roubar pão para alimentar o sobrinho e a irmã famintos. Valjean é libertado condicionalmente após 19 anos na prisão, mas decide não voltar e depois de uma grande reviravolta decide se tornar uma pessoa melhor.

Essa é apenas a ponta do iceberg e com duas horas e trinta e sete de duração conhecemos varios personagens marcantes e intensos, e como cenário temos a França da Revolução.

Não recomendo o filme se você não gosta de musicais ou histórias tristes, porque vou te contar, me senti assistindo a uma série da BBC durante o filme todo, graças as situações e sofrimentos dos personagens. Não é por menos que a história se chama “Os Miséraveis”.

Mas, nem só de tristeza vive a história, as poucas cenas cômicas vem ao ar graças aos personagens de Helena Boham Carter e Sacha Baron Cohen.

Para quem não sabe, o filme é inspirado na obra de Victor Hugo e além ser o grande premiado do Globo de Ouro, tem grandes chances de ser o grande vitorioso no Oscar também.

Por aqui, o filme estréia apenas no dia 1 de fevereiro. Então uma dica: quando for ao cinema não esqueça os lencinhos, ok?

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Luana Bastos, paulistana de 19 anos que ama escrever. Viciada em Internet, livros e séries, sempre dá um jeito de assistir a mais um episódio de Doctor Who, mesmo que já tenha assistido tantas vezes que já decorou as falas.

Digite seu endereço de email para acompanhar esse blog e receber notificações de novos posts por email.

Luana Bastos

Erro: o Twitter não respondeu. Por favor, aguarde alguns minutos e atualize esta página.

%d blogueiros gostam disto: