Uma garota, um caderno.

Posts Tagged ‘textos

tumblr_mhnfwc0vgJ1r9tfcmo1_500_large

Tirei um poster da parede hoje, coloquei uma bolsa em seu lugar. Guardei meus tênis, agora uso sapatilhas. A fatura do cartão de crédito chegou. Já perdi a conta de quantas entrevistas de emprego fiz. Também fiz minha inscrição no vestibular, de novo. Há quanto tempo terminei a escola?  Rosa e floral não são mais tão impensáveis hoje em dia. Eu gosto de moda.

Não sei exatamente como explicar isso. Só sei que parece que foi em um piscar de olhos que tudo mudou. Parece que a menina esquisita que pintava os tênis brancos de amarelo e usava um colar de rolha trocou de pele e hoje já faz uma lista do que comprar.  Ela pensa em sua casa, morando sozinha em uma cidade antiga e movimentada. Londres, Nova York, Edimburgo! Até Paris, quem sabe?

Ela aprendeu a se relacionar e a se entender melhor. Aprendeu a usar maquiagem. Só não aprendeu a andar de salto alto. As musicas em seu Ipod são pesadas, como sempre foram, mas você percebe que são mais maduras.

Maduras. A menina cresceu. Eu cresci.

É tão assustador e emocionante não ter mais hora para voltar para casa. Poder comprar bebidas sozinha. Poder fazer tantas coisas que nem sei por onde começar.

Mas, é solitário também. Cada um passa por isso de um jeito. Alguns só vão se dar conta quando fizerem quarenta anos e estiverem casados e com três filhos. Outros quando começarem a morar sozinhos. Outros quando a primeira conta em seu nome chegar. Alguns ja perceberam. Alguns já imaginavam que seria assim.

Não sei exatamente se esse era o jeito que imaginava, mas não é tão ruim assim crescer.

É claro que as responsabilidade aumentam, isso a gente já sabe de cor e salteado. É claro que a pressão também aumenta, porque se você tem vinte anos, mora com sua mãe e depende dela para tudo, o resto da família vai te olhar de cara feia.

Mas, é agora que nos acostumamos com o que antes eram nossas primeiras experiencias: o primeiro beijo, a primeira transa, o primeiro porre, a balada. Essa é a época em que nos acostumamos, que aproveitamos. Que nos libertamos.

Tudo é incrivel. Tudo é assustador.  Tudo é frustrante. Tudo é apaixonante.

Suponho que crescer é assim mesmo. Por isso é tão assustador, porque agora nos mostramos ao mundo quem realmente somos, quem nós passamos a adolescência toda tentando entender. Agora, não é mais hora de perguntar, agora é hora de agir.

Talvez não haja muito mais a ser dito. Apenas nos resta o objetivo de fazer com que tudo isso valha a pena. Que tudo isso nos faça chegar aos quarenta com a certeza de que não foi um tempo em vão.

tumblr_mcm5zfXEqj1qgydpso1_400_large

Mais uma noite.

Parece que o tempo congelou e quanto mais eu olho no relógio ou mudo de paginas online o tempo desacelera. Não consigo assistir a um único episódio de nada. Não consigo ler. Não consigo ouvir musica. Não consigo fazer nada.

Parece que depois de avançar tanto, retrocedi mais ainda. Me sinto tão perdida. Tão sufocada.

Passei um ano todo lutando por algo e não aconteceu. E ao mesmo tempo ansiedade e medo ficam colocando coisas em minha cabeça. Ficam me fazendo sentir medo de sair. Me fazendo sentir medo de falar com as pessoas. Me fazem ter medo de viver.

Faz dias que não sei o que é dormir direito, de noite. Passo todas as noites acordada, perdida e ansiosa por algo que não aconteceu.

Preciso tanto de uma mudança, mas sei que sem paciência nada acontece. Eu sei disso.

Mas, sinto que tem uma parede na minha frente.

E tudo que eu quero é o mundo, mas não sei como alcança-lo. Não sei como fazer para sair do chão ou para me soltar do medo.

Coisas que antes funcionavam, não funcionam mais.

Talvez seja só uma fase, talvez amanhã já esteja melhor.

Eu perdi algo que tinha e não sei como recuperar.

E é mais uma daquelas noites. Daquelas em que só vou dormir as oito da manhã e acordar as cinco da tarde. Em que não vou colocar os pés na rua. Que não vou falar com ninguém.

Urgh, não sei o que fazer. Não sei mais o que dizer.

Não sei mais onde encontrar a solução.

165063_3855758326349_400942064_n_large

 

Omg! Começaram hoje as incrições para o Prouni (Programa Universidade Para Todos) do governo federal que oferece bolsas de estudos em universidades particulares em todo o país.

As inscrições vão de hoje até as 23:59 de 21 de janeiro e só pode se inscrever quem teve uma média acima de 450 no ENEM, e estudou o Ensino Médio em escola publica ou com bolsa de estudos em escola particular. Professores da rede publica de ensino também podem se inscrever.

Dá uma olhadinha no cronograma completo:

17/01 – 21/01 – Inscrições pelo site http://siteprouni.mec.gov.br/

24/01 – Resultado da primeira chamada.

24/01 – 31/01 – Comprovação de informações da primeira chamada.

08/02 – Resultado da segunda chamada. 

08/02 – 19/02 – Comprovação de informações da segunda chamada.

24/02 – 25/02 – Prazo para participar da lista de espera.

28/02 – Convocação da lista de espera.

28/02 – 05/03 – Comprovação de informações, primeira lista de espera. 

08/03 – Segunda convocação da lista de espera.

08/03 – 13/03 – Comprovação de informações, segunda lista de espera.

 

tumblr_mg0tnpFGeU1qlk3xbo1_500_large

Talvez eu entenda agora o que você sentia quando eu estava ali. Acho que sei porque se afastou.

Sei que é horrivel você ficar ali calada, apenas ouvindo e sem ter ideia do que está acontecendo enquanto aquela pessoa para quem você sempre foi o centro das atenções está ocupada dando atenção a outras pessoas. E eu sei que isso que é egoismo.

Talvez o problema seja eu que não consigo me relacionar, porque não consigo ficar parada sorrindo enquanto você debocha de mim e de nossos segredos para alguém que me é desconhecido.

Na maioria das vezes, isso tudo é apenas eu reagindo exageradamente. Na maioria das vezes não. Só que eu simplesmente não consigo fazer disso um show tão grande que seja obrigada a partilhar com você. Nunca consegui colocar meus sentimentos em primeiro lugar, sempre tive medo de te ferir. Acho que isso não é amar.

Acho que são essas pequenas coisas que me fazem querer se afastar. Eu sempre me afasto. Me afastei de você, me afastei dele, me afastei dela. Me afastei de todos com quem não conseguia mais conversar. Hora, esse é o certo, não?

A questão não é essa, e estou fugindo do assunto. O fato é que mais uma vez sinto vontade de me afastar de você, mais uma vez acho que é certo. Dessa vez não é por algo que disse. É por algo que não disse. É por ter agido como se eu não existisse e feito-me ter vontade de voltar para casa e escrever esse texto. Foi o fato de você me deixar ir embora sozinha enquanto a levava para casa.

Acho que agora sei como você se  sentiu. Acho que agora sei como é ficar em segundo lugar.

tumblr_mfgk2o82IN1rkvk0oo1_500_large

Estou tão cansada de sempre ter que me prestar a papéis tão estúpidos. E eu nem sei como chego a fazer isso, parece que é automatico. Talvez esse seja eu. Mas, não sei se quero ser assim.

Tem momentos em que me sinto tão confusa com tudo isso que paro e me pergunto o que estou fazendo. Nem eu sei o que fazer!

E eu não entendo o motivo de algumas pessoas serem tão grosseiras ou frias. Por que isso sempre me atinge?

Eu tento apertar um botão de desligar, mas apenas um olhar ja me deixa preocupada ou curiosa e mesmo assim, não quero falar com ninguém.

Não me importo de ter uma conversa rapida ou de trocar algumas palavras gentis, mas não quero ninguém por perto.

Não sei mais o que fazer. Há momentos em que me sinto tão bem que parece que nada pode me segurar, mas há momentos em que não quero sair de casa. Que só quero ficar sozinha.

E essas madrugadas não tem fim e tudo que quero é que acabem.

tumblr_metcf3bq5B1qegz4co1_500_large

 

Nós dois sempre tentamos. Parece ser a unica coisa que conseguimos fazer. Nossa unica opção. Mas, chegou ao fim. Tudo aquilo.

Dia desses eu li em algum lugar que as pessoas podem fazer parte de nossas memórias, mas nem sempre elas fazem parte de nossa vida.

Foi uma das coisas mais sensataz que li. É, nós não fazemos mais parte da vida um do outro.

Não sei o que você pensa e você não sabe o que eu penso. Acho que não consigo ouvir sua voz sem me irritar.

Isso ja aconteceu antes, é sempre do mesmo jeito. Mas, eu sei quando é honesto e quando é apenas fogo de palha. Nós nunca fomos nenhum dos dois. Na verdade, nós nunca fomos nada.

E não quero mais te ver.

sin-tc3adtulo-escaneado-01_large

Você ja se sentiu como se estivesse no automatico? Como se tivessem ligado um botãozinho “não pensar” e tudo o que você faz é automatico e te leva a caminhos que quando você se dá conta não tem mais volta?

Você ja chegou em um lugar e pensou: “por que eu vim aqui mesmo”? Ou “por que será que comprei esse celular”? Ou “por que não falei oi para aquele cara”?

Tem gente que diz que isso é impulso. As vezes, é.

Mas, as vezes não pensar é mais fácil. Simplesmente tomar descisões porque lhe convém ou porque é mais facil desse jeito. Porque ai as coisas vão ficar do jeito que você quer. Mas, nem sempre o jeito que você quer é o jeito que as coisas devem ser.

Não sei se acredito em destino, sorte e essas coisas. Talvez, eu seja meio negativa. Essas coisas nunca deram certo mesmo.

Talvez, eu tenha medo de acreditar, do mesmo jeito que tenho medo de pensar em algumas coisas que ficam em portas se chave em minha mente. É melhor assim.

As vezes, é melhor nos escondermos e não sairmos da zona de conforto. As vezes, é melhor deixar as coisas como estão.

 


Luana Bastos, paulistana de 19 anos que ama escrever. Viciada em Internet, livros e séries, sempre dá um jeito de assistir a mais um episódio de Doctor Who, mesmo que já tenha assistido tantas vezes que já decorou as falas.

Digite seu endereço de email para acompanhar esse blog e receber notificações de novos posts por email.

Luana Bastos

Erro: o Twitter não respondeu. Por favor, aguarde alguns minutos e atualize esta página.